Papai Noel, por favor, leia a minha carta.2 min de leitura

Papai Noel, por favor, leia a minha carta.2 min de leitura

“Querido Papai Noel,

Tudo que uma pessoa enlutada deseja é seu ente querido de volta.
Neste contexto de sofrimento e angústia, a fé e a espiritualidade se tornam fonte de conforto ou da busca por ele.

Ao longo de minha trajetória clínica, não houve nenhum enlutado que cuidei que não teve sua fé abalada, reparada, questionada ou pelo menos revisitada.

A busca por respostas que explicam o fim da vida e seus desdobramentos – ou ainda a procura pela manutenção do vínculo com a pessoa falecida – coloca qualquer enlutado debruçado sobre questionamentos e anseios por respostas sob as dimensões existencial e espiritual.

Sabe, Papai Noel, algumas pessoas me perguntam se isso é bom ou ruim para o processo de luto. E a resposta é: isso é inevitável. É uma necessidade incontrolável diante da ausência de um amor.

Trata-se de um comportamento instintivo para lidar com as ameaças que o luto traz. É imposto ao enlutado um desconhecido. A tarefa é lidar com a ruptura do vínculo e da vida que era levada antes de tudo acontecer.

Papai Noel, acho que o senhor, mais do que ninguém, entende sobre a importância das crenças, né? E elas devem ser consideradas recursos de enfrentamento do luto e podem ser muito eficientes no manejo do sofrimento – mas a forma como cada um se relaciona com este recurso varia muito.

Alguns brigam com Deus e com você.
Alguns depositam todos os recursos na fé.
Alguns buscam conforto e encontram. Outros, não.

Neste Natal, serão muitos os enlutados que não vão degustar das alegrias desta data que é caracterizada por significados espirituais para os cristãos.
Por isso, desejo que cada enlutado respeite seus limites (e os tenha respeitados) e que o encontro com familiares possa proporcionar acolhimento, compaixão e companhia.

SEJA LÁ ONDE MORE A FÉ DE CADA UM, QUE OS MILHARES DE ENLUTADOS SE PERMITAM BUSCAR CAMINHOS PARA QUE O SOFRIMENTO NÃO SEJA MAIOR DO QUE SEUS RECURSOS.

Que nesta noite, cada enlutado e seus familiares encontrem uma forma respeitosa e delicada de equilibrar o encontro social com suas necessidades pessoais.

Papai Noel, eu espero que o seu saco de presentes vermelho seja grande o suficiente para que caibam amor, paciência, respeito, escuta e acolhimento para todos os enlutados.

Desde já, muito obrigada, Papai Noel.

…..

Ei, psiu: eu queria saber se você já pensou em quais pedidos fará para o Papai Noel.”

Compartilhe

Compartilhe

Nos acompanhe também em outros canais:

Nos acompanhe também em outros canais:

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR_